Em exercício na Bulgária, paraquedistas do U.S. Army invadiram uma fábrica .. por engano

Imagem de militares dos EUA invadindo a fábrica; de captura de tela do vídeo da TV Búlgara Vbox7.

Em exercício na Bulgária, paraquedistas do U.S. Army invadiram uma fábrica .. por engano

Um incidente interessante aconteceu no mês passado, durante o Exercício Swift Response 21, que reuniu 7.000 paraquedistas de dez países membros da OTAN na Bulgária, incluindo soldados da 173ª Brigada Aerotransportada do Exército dos EUA. Em 11 de maio, eles simularam a captura e segurança do aeródromo desativado de Cheshnegirovo.

Não há nada de extraordinário em tal manobra em si que é rotina nos grandes exercícios da OTAN… Exceto que aconteceu do assalto aerorasportado acertar o alvo errado.

De fato, durante sua progressão, e pensando que fazia parte da área de treinamento, os paraquedistas americanos invadiram um prédio que … abrigava uma fábrica de óleo comestível.

E a presença dos funcionários não acabou com a manobra, pois os militares tendo acreditado que eles eram atores para dar mais realismo ao treinamento, tal como em algumas operações que contam com militares de outras forças descaracterizados.

Não aconteceram disparos de armas ou outros incidentes mais graves no interior da fábrica durante o incidente, mas os funcionários ficaram perplexos com o acontecido.

Daí o tratamento um tanto especial a que foram submetidos esses trabalhadores, que foram evacuados do local de trabalho pelos militares dos EUA. Então, os pára-quedistas finalmente perceberam seu erro … antes de partir.

Demorou mais de duas semanas para que a Embaixada dos Estados Unidos em Sofia soubesse desse incidente e tratasse de remediar o acontecimento.

E foi só nesse dia 1 ° de junho que o comando do Exército dos EUA na Europa e na África emitiu um comunicado pedindo desculpas.

“O Exército dos EUA leva o treinamento a sério e prioriza a segurança de seus soldados, aliados e civis. Pedimos sinceras desculpas à empresa e seus funcionários. Ainda estamos aprendendo com esses exercícios e vamos estudar a fundo a causa desse erro ”, disse. Ele acrescentou: “Implementaremos procedimentos rigorosos para definir claramente nossos locais de treinamento e prevenir este tipo de incidente no futuro. “

Enquanto isso, o presidente búlgaro Roumen Radev não digeriu este incidente:

“É inaceitável que a vida dos cidadãos búlgaros seja perturbada e ameaçada por unidades militares, sejam elas parte das forças armadas búlgaras ou estrangeiras ”, reagiu . “Os exercícios em território búlgaro envolvendo os nossos aliados devem fortalecer o sentimento de segurança e confiança na defesa coletiva”, insistiu, antes de exigir uma investigação aprofundada, bem como os nomes dos responsáveis.

Abaixo, um vídeo da TV Búlgara com as imagens do circuito interno de câmeras da fábrica:

  • Com informações France Inter, Vbox7 Bulgaria, Opex360 e STF Analysis & Inteligence via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Em exercício na Bulgária, paraquedistas do U.S. Army invadiram uma fábrica .. por engano"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*