Imagens de satélite mostram instalações de defesas anti-aéreas sírias destruídas após ataque israelense.

Imagens ilustrativa via redação OD Europe.

Novas imagens de satélite revelam o resultado de um recente ataque israelense, onde foi destruída a base de defesa aérea síria responsável pelo incidente com o míssil do dia de 22 de abril.

A base, que está localizada perto da cidade de al-Dumayr cerca de 35 km a leste da capital, lançou um míssil antiaéreo S-200 contra aviões de guerra israelenses que iriam lançar ataques aéreos nos arredores de Damasco no início de 22 de abril .

O míssil sírio errou o alvo, mas terminou seu curso e pousou a cerca de 250 km de profundidade em Israel, a 40 km do reator nuclear de Dimona. O exército israelense tentou interceptar o míssil. No entanto, acabou falhando . O avançado sistema anti-míssil israelense Arrow foi responsabilizado .

Imagens de satélite divulgadas pela Aurora da Intel no Twitter revelaram que a base de Al-Dumayr foi completamente exterminada como resultado dos ataques retaliatórios de Israel.

A base bastante grande costumava abrigar um sistema de defesa aérea de longo alcance S-200 completo, de fabricação soviética, bem como outros equipamentos de defesa aérea de alto valor.

Os ataques retaliatórios de Israel feriram quatro membros do serviço sírio, de acordo com a Agência de Notícias Árabe Síria. Fontes pró-governo também revelaram que um oficial de defesa aérea, o 1º Ten Bassel Khadur, foi morto nos ataques.

O incidente com mísseis de 22 de abril destacou alguns fluxos reais na rede de defesa aérea de última geração de Israel. Muitas fontes acreditam que o que aconteceu não foi fruto do acaso.

  • Fontes: Aurora Intel e STF Analysis & Intelligence, via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Imagens de satélite mostram instalações de defesas anti-aéreas sírias destruídas após ataque israelense."

Leave a comment

Your email address will not be published.


*