Por que as relações China-Taiwan são tão tensas?

Taiwan, oficialmente conhecida como República da China, é uma ilha separada da China pelo estreito de Taiwan. É governada independentemente da China continental, oficialmente a República Popular da China (RPC), desde 1949.

A China vê a ilha como uma província renegada e promete eventualmente “unificar” Taiwan com o continente.

https://i0.wp.com/im-media.voltron.voanews.com/Drupal/01live-166/styles/google_amp_1280x720/s3/2020-06/Taiwan.png?resize=696%2C392&ssl=1

VOA

Em Taiwan, que tem seu próprio governo eleito democraticamente e tem 23 milhões de habitantes, os líderes políticos têm opiniões diferentes sobre o status da ilha e as relações com o continente.

Pequim afirma que Taiwan está vinculada diante de um entendimento conhecido como Consenso de 1992, que foi alcançado entre representantes do Partido Comunista Chinês (PCC) e do partido Kuomintang (KMT) que então governava Taiwan.

O principal partido rival do KMT, o Partido Democrático Progressivo (DPP), nunca endossou o entendimento estabelecido no Consenso de 1992. A presidente Tsai, que também é a líder do DPP, se recusou a aceitar explicitamente o consenso e as diretrizes do próprio partido.

A autora, jornalista e especialista na Ásia, Lindsay Maizland, escreveu um excelente artigo ao Council on Foreign Relation (CFR) que trata das perturbações diplomáticas e suas consequências na região do Mar Meridional.

As tensões através do Estreito aumentaram desde a eleição da presidente taiwanês Tsai Ing-wen em 2016. Tsai se recusou a aceitar a fórmula que seu antecessor, Ma Ying-jeou, endossou para permitir o aumento dos laços através do Estreito.

https://i0.wp.com/img.i-scmp.com/cdn-cgi/image/fit=contain,width=1098,format=auto/sites/default/files/styles/1200x800/public/d8/images/methode/2021/01/06/f9c98b70-4efa-11eb-ad83-255e1243236c_image_hires_103109.jpeg?resize=696%2C464&ssl=1

Aeronave de reconhecimento chinês sendo interceptado por um F-16 de Taiwan

Enquanto isso, Pequim tem tomado ações cada vez mais agressivas, incluindo centenas de voos de caças muito próximas da ilha durante o ano. Alguns analistas temem que um ataque chinês a Taiwan tenha o potencial de levar os Estados Unidos a uma guerra com a China.

Em um discurso de 2019, Xi reiterou a proposta de longa data da China para Taiwan: que seja incorporado ao continente sob a fórmula de “um país, dois sistemas”.

399 Taiwan Map Stock Videos and Royalty-Free Footage - iStock

Esta é a mesma fórmula usada para Hong Kong, que foi garantida a capacidade de preservação de seus sistemas políticos e econômicos e concedeu um “alto grau de autonomia”. Tal estrutura é profundamente impopular entre o público taiwanês.

Afinal, qual é a relação dos EUA com Taiwan?

Em 1979, os Estados Unidos estabeleceram relações diplomáticas formais com a RPC. Ao mesmo tempo, cortou seus laços diplomáticos e revogou seu tratado de defesa mútua com Taiwan.

https://i1.wp.com/www.cartercenter.org/resources/images/features/china/24-1035a.gif?resize=684%2C470&ssl=1

Em 31 de janeiro de 1979, o vice-premiê Deng Xiaoping e o presidente Jimmy Carter assinam acordos diplomáticos históricos entre os Estados Unidos e a China. Jimmy Carter Library

Mas os Estados Unidos mantêm um relacionamento não oficial robusto com a ilha e continuam a vender equipamentos de defesa para seus militares. Pequim tem repetidamente solicitado Washington a parar de vender armas e a cessar contato com Taipei.

O principal objetivo dos Estados Unidos é manter a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan e implorou a Pequim e Taipei que mantenham o status quo. Diz que não apoia a independência de Taiwan.

Isso foi visto em 1982 com Ronald Reagan através do documento recentemente desclassificado “Seis Garantias”, estabelecendo que os Estados Unidos “reconhece a posição chinesa de que existe apenas uma China e Taiwan faz parte da China” e que a China é o “único governo legal da China”.

Sob o governo do presidente Donald Trump, os Estados Unidos aprofundaram os laços com Taiwan por causa das objeções chinesas, incluindo a venda de mais de US$ 18 bilhões em armas aos militares e a inauguração de um complexo de US$ 250 milhões para sua embaixada de fato em Taipei.

https://i1.wp.com/areamilitarof.com/wp-content/uploads/2021/05/3-2.png?resize=696%2C493&ssl=1

Serviço de Pesquisa do Congresso; Agência de Cooperação para a Segurança da Defesa. Council on Foreign Relation (CFR)

Já no governo atual americano de Joe Biden, parece que o governo americano está adotando uma abordagem semelhante, afirmando a decisão do governo Trump de permitir que os funcionários dos EUA se encontrem mais livremente com os funcionários taiwaneses, os democratas, que até então criticavam as ações de Trump, repetem exatamente as condutas certeiras do presidente Donald Trump.

How markets are reacting to the US-China trade war | Financial Times

Uma guerra poderia explodir por causa de Taiwan?

Uma das principais preocupações entre os analistas dos EUA é que as crescentes capacidades militares e assertividade da China, bem como a deterioração das relações através do Estreito, podem desencadear um conflito. Esse conflito tem o potencial de levar a um confronto EUA-China.

Isso porque a China não descartou o uso da força para alcançar a “reunificação” de Taiwan e os Estados Unidos não descartaram a possibilidade de defender Taiwan se a China atacar.

O Departamento de Defesa dos EUA disse em um relatório de 2020 que os militares da China, o Exército de Libertação do Povo (PLA), “provavelmente estão se preparando para uma contingência para unificar Taiwan com o continente pela força”.

https://i1.wp.com/news.usni.org/wp-content/uploads/2020/10/173b265151748691521259.jpeg?resize=696%2C486&ssl=1

Xinhua

No entanto, os especialistas discordam sobre a probabilidade e o momento de uma invasão chinesa. O principal comandante militar dos EUA no Indo-Pacífico alertou que a China poderia tentar invadir Taiwan na próxima década, enquanto alguns especialistas acreditam que tal invasão ainda está mais distante.

https://i0.wp.com/hips.hearstapps.com/pop.h-cdn.co/assets/17/40/1507149858-gettyimages-841415576.jpg?resize=696%2C423&ssl=1

Visual China GroupGetty Images

Outros acreditam que 2049 é uma data crítica; Xi enfatizou que a unificação com Taiwan é essencial para alcançar o que ele chama de Sonho Chinês, que vê o status de grande potência da China restaurado até 2049.

Provavelmente, Taiwan não tem capacidade para se defender contra um ataque chinês sem apoio externo, dizem analistas.

Artillery brigade conducts live-fire training - China Military Online
Artilharia chinesa de 300 mm sendo disparado em exercícios do PLA. 81.cn/ Song Lihua

Os gastos com defesa da China são pelo menos quinze vezes maiores que os de Taiwan, e o PLA investiu pesadamente em equipamentos necessários para uma contingência no Estreito de Taiwan.

US arms sales a morale booster for Taiwan, says Tsai Ing-wen | South China Morning Post
AFP

A presidente Tsai e seu Partido enfatizaram planos para aumentar os gastos com defesa; seu gabinete propôs um aumento de 10% no orçamento de defesa para o ano fiscal de 2021 em comparação com o ano anterior, atingindo um total de mais de US$ 15 bilhões.

Parte desse orçamento militar expandido irá para a aquisição de mísseis de cruzeiro, minas navais e sistemas avançados de vigilância para defender a costa de Taiwan.

Os Estados Unidos tentaram manter um equilíbrio delicado entre apoiar Taiwan e evitar uma guerra com a China por meio de sua política de ambiguidade estratégica.

eixo Emprestador Incomodado vietnam war b 52 bomber - gaeeein.com
Bombardeiro B-52 despejando bombas mortíferas. US Air Force

Citando o aumento da agressão chinesa, alguns especialistas, como Richard N. Haass e David Sacks do CFR, e vários membros do Congresso dos EUA argumentaram que Washington deveria dizer explicitamente que responderia a qualquer uso da força pelos chineses contra Taiwan, colocando um ponto final neste impasse que tanto prejudica o desenvolvimento completo da ilha tão ameaça taiwanesa.

Lindsay Maizland, Council on Foreign Relation (CFR), Departamento de Defesa Americano, Reuters, Taiwan News, via Redação Área Militar



blank

Be the first to comment on "Por que as relações China-Taiwan são tão tensas?"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*