Rússia inicia exercícios militares em região de rotas marítimas no Ártico

Imagem ilustrativa, com arte via redação OD & imagem TASS.

Os militares russos deram início a exercícios para o Ártico para garantir uma rota de navegação importante na quinta-feira, em um contexto de grandes exercícios realizados simultaneamente na vizinha Bielo-Rússia.

Cerca de 8.000 militares, 120 aeronaves e 50 navios de guerra foram posicionados em águas em toda a extensão da vasta costa norte da Rússia, de acordo com a Frota do Norte das Forças Armadas Russas.

“As ações práticas das tropas da Frota do Norte acontecerão nas águas dos mares de Barents, Kara, Chukchi, Leste da Sibéria e Laptev, Ilhas da Nova Sibéria e o arquipélago Franz Josef Land”, disse a Interfax, citando a frota.

Os exercícios verão o estabelecimento de uma unidade ártica de 800 peças, composta por 40 tanques, 460 veículos blindados de combate e até 240 peças de artilharia, morteiros e vários sistemas de foguetes de lançamento, acrescentou.

As estimativas sugerem que, em apenas algumas décadas, o Oceano Ártico poderia estar quase completamente livre de gelo marinho no verão. Quando os navios podem se mover pelo Oceano Ártico (linha tracejada vermelha), o tempo necessário para viajar entre a Europa e partes da Ásia e da costa oeste da América do Norte é significativamente reduzido em comparação com as rotas atuais (linha preta sólida). Isso diminuirá o uso de combustível e as emissões associadas. Fonte; European Space Agency.

“A Frota do Norte conduzirá ações práticas para proteger as comunicações da Rota do Mar do Norte e proteger os portos da frota”, disse a frota, referindo-se à rota de navegação estratégica da Rússia no Ártico, que está derretendo rapidamente.

A frota acrescentou que os exercícios também envolverão “o estudo de possíveis áreas de operações de combate e condições para o uso de várias forças da frota nas zonas ocidentais e orientais do mar Ártico”.

Nenhum prazo foi fornecido para os exercícios árticos, mas a mídia estatal informou em agosto que os navios da Frota do Norte deixaram sua base em Severomorsk para uma missão de dois meses.

Os exercícios militares vêm na esteira de grandes exercícios de defesa civil em todo o Ártico, liderados pelo Ministério de Situações de Emergência da Rússia. Esses exercícios de defesa civil, os primeiros desse tipo na Rússia, foram marcados pela tragédia na quarta-feira, quando o ministro de Situações de Emergência, Yevgeny Zinichev, que morreu durante o cumprimento de suas funções.

Também na quinta-feira, a Rússia e a Bielo-Rússia iniciaram os exercícios militares Zapad-2021 em ambos os países envolvendo cerca de 200.000 militares, 760 tanques e vários sistemas de foguetes, bem como 80 aeronaves e 15 navios de guerra. A OTAN deve monitorar de perto o Zapad-2021 em meio às tensões entre Moscou e o Ocidente.

Abaixo, vídeos ilustrativos sobre os fatos que mostram as atividades da Rússia na região já de longo tempo:

  • Com informações Interfax, Moscow Times, France Inter e Swiss Inter via redação Orbis Defense Europe/Genebra/Paris.


blank

Be the first to comment on "Rússia inicia exercícios militares em região de rotas marítimas no Ártico"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*