Rússia, Uzbequistão e Tadjiquistão realizarão exercícios militares ao longo da fronteira com o Afeganistão

Imagem via Russian Federation MoD.

Militares russos participarão de exercícios conjuntos com os militares uzbeques e tadjiques, disse o comandante do Distrito Militar Central, coronel-general Alexander Lapin, de acordo com informações exclusivas da agência russa TASS.

Os exercícios serão realizados de 5 a 10 de agosto no campo de treinamento Tajik Harb-Maidon, a 20 km da fronteira com o Afeganistão.

Durante as manobras, serão realizados preparativos para responder a potenciais hostilidades por um grupo conjunto de forças contra destacamentos de formações armadas ilegais, especificou Lapin.

Claramente, qualquer observador casual pode perceber que esses exercícios estão sendo realizados como uma espécie de alerta e dissuasão para o Taleban.

O número de militares que estarão envolvidos nos exercícios ainda não foi informado. A assessoria de imprensa do Distrito Militar Central observou que a base do contingente russo serão as unidades da 201ª base militar (estacionada no Tajiquistão), incluindo rifle motorizado de montanha, unidades de tanques e artilharia, bem como grupos de forças especiais da Central Distrito Militar.

Também participarão do exercício especialistas dos grupos de radiação, proteção química e biológica e guerra eletrônica móvel.

No início de julho, as tropas americanas deixaram o campo de aviação de Bagram, que era a principal base das forças da coalizão no Afeganistão. Após a retirada de parte significativa do contingente norte-americano no país, os militantes talibãs se tornaram mais ativos e conseguiram assumir o controle de parte significativa do norte do país.

Cerca de 1.000 soldados do exército afegão foram forçados a recuar para o território do Tajiquistão.

Mais tarde, o Talibã conseguiu ocupar aldeias na província de Badakhshan, na fronteira com o Tajiquistão. Assim, eles assumiram o controle de uma seção da fronteira Afeganistão-Tajique com uma extensão de aproximadamente 9000 km (o total é de aproximadamente 1340 km).

No início de julho, uma delegação do Taleban visitou Moscou para oferecer garantias de que seus ganhos rápidos no Afeganistão não ameaçam a Rússia ou seus aliados na Ásia Central.

O Ministério das Relações Exteriores russo disse que o enviado do Kremlin ao Afeganistão, Zamir Kabulov, se reuniu com a delegação do Taleban para expressar preocupação com a escalada e as tensões no norte do Afeganistão. O ministério disse que Kabulov pediu ao Taleban “que evite que eles se espalhem para além das fronteiras do país”.

“Recebemos garantias do Taleban de que não violariam as fronteiras dos países da Ásia Central e também suas garantias de segurança para missões diplomáticas e consulares estrangeiras no Afeganistão”, disse o ministério.

O porta-voz do Taleban, Mohammad Sohail Shaheen, disse que sua delegação veio a Moscou para “garantir que não permitiremos que ninguém use o território afegão para atacar a Rússia ou países vizinhos”.

“Temos relações muito boas com a Rússia”, disse ele, citado pelo TASS, acrescentando que os insurgentes continuam comprometidos com um acordo político pacífico no Afeganistão.

Mesmo assim, a Rússia e seus aliados preferem estar prontos do que confiar cegamente no grupo de terroristas islâmicos que aparentemente está ganhando uma fachada de legalidade política devido aos acontecimentos recentes e uma tendência internacional à tolerância aos guerrilheiros jihadistas.

Apesar de alguns exercícios já acontecerem como  preparação para uma eventual “força de paz” destinada a países vizinhos que solicitem ajuda, muitos analistas acreditam que tropas russas já treinam à algum tempo para um provável retorno ao Afeganistão antes que a China o faça…

No vídeo abaixo, notícia de 6 de julho anunciando a mobilização de 20 mil militares do Tadjiquistão para a fronteira com o Afeganistão:

Como noticado anteriormemnte, o Talebã já capturou diversos postos de fronteira com os países vizinhos:

  • Com informações TASS, France 24, STF Analysis & intelligence via redação Orbis Defense Europe.



blank

Be the first to comment on "Rússia, Uzbequistão e Tadjiquistão realizarão exercícios militares ao longo da fronteira com o Afeganistão"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*