Su-75? Não! O novo caça Sukhoi “Checkmate” pode não ser chamado de Su-75

Cumprindo as expectativas dos últimos meses sobre possível lançamento de um dispositivo aéreo revolucionário e para se incluir entre as potências detentoras de mecanismos furtivos de combate além do alcance visual e de radar que, em 17 de julho, acatando aos projetos e cronograma de elevar sua força aérea a patamares de combate no cenário internacional, a Rússia desvendou por meio da estatal Rostec Corporation o novo caça de combate stealth de última geração desenvolvido por sua subsidiária, a United Aircraft Corporation (UAC).

O tão aguardado novo caça de combate leve furtivo russo “Checkmate”, que apareceu no MAKS 2021, pode não receber a designação Su-75, número “75” exibido no protótipo da inauguração.

blank

A especulação é abundante na mídia ocidental de que o caça stealth “Checkmate” é na verdade o Su-75. No entanto, fontes não identificadas disseram ao Defense World que o ‘75’ visto na fuselagem é a designação da aeronave em desenvolvimento para protótipos como visto antes nas aeronaves russas.

“Se o 75 pintado na lateral do novo jato fosse sua designação real, então a United Aircraft Corporation (UAC) o teria chamado por seu nome real, ou seja, “Su-75”. O número 75 poderia ser indicativo de que este é um protótipo e não um modelo ou maquete, disse a fonte.

blank

Por exemplo, quando o primeiro caça de combate pesado Stealth da Rússia adentrou à vista do público na Rússia durante MAKS 2011, ele tinha o número “52” pintado em sua fuselagem dianteira e “075” em sua cauda.

A aeronave foi então chamada de PAK-FA (Perspective Fighter Aircraft of Frontline Aviation), que mais tarde se tornou o T-50.

blank

Os protótipos subsequentes do T-50 exibiram números como 53, 54 e 55, indicando os protótipos em ordem numérica, no final, em 2017, o PAK-FA foi designado como Su-57.

Assim como o PAK-FA, o caça furtivo leve “Checkmate” poderia ser o nome dado durante a fase de desenvolvimento. Pode muito bem se contentar com o sistema de nomenclatura padrão da Sukhoi estabelecido de Su-XX (Su-alguma coisa).

blank

A aeronave receberá os mais modernos dispositivos de batalha da Rússia, por exemplo, a Radio-Electronic Technologies Group (KRET) da Rússia, parte da estatal Rostec, que fornecerá o mais recente conjunto de aviônicos ao “Checkmate”.

blank

O mais recente conjunto de aviônicos inclui um display head-up avançado de grande formato, um display panorâmico aerotransportado e um painel de exibição multifuncional.

blank

Para as autoridades russas, os dispositivos estão no mesmo nível do conjunto de aviônicos do caça de combate americano F-35 e até mesmo o superam em alguns parâmetros, com todas as informações necessárias ao piloto sendo projetadas em um display panorâmico com tela sensível ao toque.

blank

O display avançado de grande formato projeta os principais dados de pilotagem e os dados sobre a situação aérea diretamente no para-brisa da aeronave, somado aos dados sobre os alvos e armas de mísseis apropriados para utilização em uma situação particular sendo projetado. 

Curiosamente, o Su-57 designado foi derivado da soma de 35 e 22 (US F-35 e F-22), de acordo com funcionários da UAC que disseram que a designação indicava uma aeronave que tinha as qualidades combinadas dos dois principais jatos dos EUA.

blank

Como a UAC deixou claro que o Checkmate está indo para o mercado de concorrência do F-35, oferecendo um caça stealth monomotor por um terço do preço do caça americano, o nome do modelo poderia estar mais próximo do F-35 do que do Su-57.

Por ser uma aeronave menor e mais leve em comparação com o Su-57, o “Checkmate” pode obter um número inferior a “57”, disseram as fontes.

blank

Os EUA têm oferecido o F-16V atualizado, com uma estrutura desenvolvida na década de 1960, para países da Ásia e do Oriente-Médio como um meio de graduar para o F-35.

A Rússia quer ir atrás desse tipo de mercado; que tem a necessidade e os meios para comprar o F-35, mas para o qual Washington não está disposto a vender por vários motivos.

Um exemplo é a Indonésia, que tentou comprar o F-35, mas foi instruída a comprar o F-16 primeiro se quiser que seu pedido de compra do F-35 seja considerado mais tarde, um belo jeito de manter as vendas do inabalável Lockheed Martin F-16.

blank

Com informações complementares de Defense World, Rostec, UAC, Reuters, Orbis Defense, Felipe Moretti, via Redação Área Militar



blank

Be the first to comment on "Su-75? Não! O novo caça Sukhoi “Checkmate” pode não ser chamado de Su-75"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*