Surreal! Israel Inicia Aniquilação Terrestre Em Gaza

Photo by MOHAMMED ABED / AFP

Por décadas, bilhões de dólares em ajuda militar americana foram dirigidas a Israel justificados como necessários para auxiliar uma nação oprimida a afastar uma série de inimigos poderosos que ameaçaram sua sobrevivência.

Guerra árabe-israelense

Um caso marcante ocorreu em 1973, quando as defesas israelenses foram duramente testadas em 1973 por um ataque coordenado da Síria e do Egito.

blank
Auxílio americano foi visto na guerra israel-árabes

Diante disso, os EUA enviaram caças de combate e blindados para Israel para compensar as perdas de equipamento, porém, a atualidade mostra um novo cenário, a alta capacidade de Israel em se defender completamente, e o que os EUA fizeram? Todo o investimento passado poliu por completo as armaduras de Israel.

blank
Ramadã. AFP

O mês do Ramadã proporcionou a atmosfera carregada de tensões. Reivindicações perenes de uma suposta ameaça israelense à mesquita de Al-Aqsa e uma disputa de propriedade entre judeus e árabes no bairro de Sheikh Jarrah focaram a raiva da população árabe palestina.

blank
Iron Dome em ação neutralizando foguetes do Hamas. AFP

Não teve outro desfecho, o conflito tomou forma, os céus israelenses foram iluminados por perigosos 1.800 foguetes disparados pelo Hamas e outros grupos palestinos da cidade de Gaza, principalmente pelas ações explosivas dos sistemas de defesa aéreas israelenses Iron Dome que destruíram os artefatos palestinos em pleno céu.

blank
menahem kahana, afp

Os militares israelenses dirigiram fogo de artilharia pesada e dezenas de ataques aéreos em Gaza durante a madrugada dessa sexta-feira em resposta aos ataques palestinos, enquanto cresciam os temores de que uma invasão terrestre do território pudesse ser lançada para reprimir o fogo de foguetes de militantes palestinos.

Enquanto chovia o bombardeio israelense, funcionários das Nações Unidas dentro de Gaza disseram que dezenas de pessoas fugiram de suas casas no norte e no leste do enclave para buscar refúgio em escolas.

blank

Tais abrigos são aqueles pertencentes à agência de ajuda humanitária da ONU para refugiados palestinos, que são consideradas abrigos de emergência, como em Beit Lahia. Ficou constatado no passado que muitas escolas e alguns abrigos são bases de lançamento de foguetes do Hamas, uma grave afronta à humanidade.

blank
membro hamas operando lança foguetes

A poucos quilômetros de distância, os residentes da cidade israelense de Ashkelon estavam fugindo para seus abrigos antiaéreos novamente, enquanto sirenes soavam alertando sobre uma nova onda de foguetes disparados por militantes palestinos de Gaza.

Até o momento, oito israelenses tiveram suas vidas ceifadas desde que as Forças de Defesa de Israel (IDF) e grupos palestinos começaram o conflito mais intenso na segunda-feira.

blank
hatem moussa, AP

A campanha de bombardeio aéreo de Israel sob Gaza já ceifou pelo menos 119 pessoas, incluindo 31 crianças e 19 mulheres, isso são dados dos palestinos, e como já mencionado, o Hamas utiliza abrigos de inocentes como bases de lançamento de foguetes.

blank
F-16

Até agora, os caças de superioridade aérea F-16 e sistemas de artilharia israelenses construídos nos EUA atingiram pelo menos 150 alvos em todo o enclave empobrecido, que abriga 2 milhões de palestinos, e derrubou três prédios altos com ligações ao Hamas.

Segundo correspondentes no Oriente-Médio, a energia elétrico da parte norte de Gaza foi cortada durante a noite de quinta para sexta-feira, como resultado do bombardeio israelense mais intenso e que solapou a Companhia Gaza Electricity Distribution.

O ministro da Defesa de Israel, Benny Gantz, advertiu que Israel tem “muitos, muitos mais alvos” e nenhum limite de tempo para suas operações militares contra Gaza.

blank
contingente militar israelense

Israel solicitou a convocação imediata de 7.000 reservistas do exército até agora, os militares já presentes da Força de Defesa de Israel, realizam posicionamento estratégico, inclusive a cavalaria mecanizada já inicia o deslocamento e ataque com blindados de combate pesado Merkava.

Comboio de blindados pesados principais de Israel Merkava 4. AFP PHOTO / THOMAS COEX

O blindado Merkava é genética israelense, o principal blindado de combate da nação desenvolvido na década de 70.

blank
Dispositivo Iron Dome amplamente testado e eficaz de Israel

Os EUA estão comprando cada vez mais tecnologias de Israel, como o Iron Dome, radares de defesa contra mísseis e o sistema Trophy, que protege os blindados de projéteis que chegam, e destacam-se os reconhecidos drones kamikaze, bombas guiadas e mísseis de cruzeiro, radares avançados, mísseis antiaéreos, mísseis balísticos, sistemas de artilharia e armas pequenas da IDF sendo exportados.

Porém, para alguns analistas, o atual aumento do valor de uma única divisão de blindados e infantaria ainda não é suficiente para conduzir uma incursão tão grande ao ponto de dominar e neutralizar por completo a artilharia de Gaza sob o poder de palestinos do Hamas, tudo isso em pleno fogo de artilharia israelense.

blank

Havia indícios pela madrugada de sexta-feira de que o exército israelense havia lançado uma possível invasão terrestre do território, inclusive um tweet do Exército chamou a atenção dizendo: “tropas aéreas e terrestres da IDF estão atualmente atacando na Faixa de Gaza”, o que coincidiu exatamente com o início abrupto de uma nova rodada sustentada de artilharia e ataques aéreos, o que levou a mídia e canais do setor militar a relatar uma guerra terrestre em curso.

blank

Entretanto, as manobras eram posicionamento de tropas terrestres e blindados Merkava 4 por toda a extensão fronteiriça com Gaza, no caso de uma autorização imediata de incursão terrestre, além do posicionamento, mais de 160 unidades da Força Aérea Israelense, infantaria, artilharia e blindados obuseiros de 155 mm, situados próximo à cidade de Sderot, no sul de Israel.

blank
Ataques aéreos e terrestres sem fim de Israel sobre a cidade de Gaza

Tais forças terrestres e aéreas, em conjunto com blindados pesados de combate de 12 esquadrões diferentes, aniquilaram cerca de 150 alvos terrestres de infraestrutura subterrânea, aqueles túneis já conhecido no norte de Gaza, conhecidos como metrô do Hamas.

blank
Um dos túneis secretos do Hamas, a linha de túneis pela fronteira com Israel é apelidada de “metrô”

A ala militar do Hamas rebateu as ações israelenses, afirmando que “caso haja uma invasão em Gaza, seria a oportunidade de aumentar o número de inimigos mortos e prisioneiros inimigos”.

No momento, os EUA fornecem US$ 3,8 bilhões a Israel anualmente, o equivalente a 20% do orçamento de defesa de Israel e quase três quintos do financiamento militar estrangeiro dos EUA em todo o mundo.

REUTERS/Nir Elias

Os vizinhos de Israel, Egito e Jordânia, são os próximos dois maiores, recebendo US$ 1,3 bilhão e US$ 350 milhões, respectivamente, como parte das políticas destinadas a garantir seu relacionamento pacífico com o Estado judeu.

Enquanto Israel é obrigado a gastar a maior parte do dinheiro da ajuda em equipamentos militares feitos por empresas dos EUA, por sua vez, Washington é obrigado a não vender armas a outros países do Oriente Médio que são mais sofisticados do que aqueles possuídos por Israel para garantir sua vantagem militar qualitativa.

Com informações complementares de Correspondentes no Oriente-Médio, NBC News, The Australian, Al Jazeera, IDF, Benny Gantz, CNN International, BBC News, AP, Felipe Moretti via Redação Área Militar



blank

Be the first to comment on "Surreal! Israel Inicia Aniquilação Terrestre Em Gaza"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*