Talebã alega destruição de dois helicópteros Black Hawk da Força Aérea do Afeganistão

Imagem publicada em redes sociais no Afeganistão, mostrando o que seria os restos de um dos helicópteros Black Hawk Afegão destruído. Autor desconhecido.

Em 11 de julho, o Talibã anunciou que havia destruído dois helicópteros Sikorsky UH-60 Black Hawk da Força Aérea Afegã (AAF).

Zabiullah Mujahid, porta-voz do grupo, afirmou que os dois helicópteros foram destruídos e alguns militares afegãos foram mortos e feridos, no que ele chamou de “ataque tático” ao aeroporto de Kunduz, no nordeste do Afeganistão mas sem fornecer mais detalhes adicionais.

Algumas fontes afegãs afirmaram que o Taleban alvejou o aeroporto de Kunduz com morteiros ou foguetes. Outros, porém, disseram que o ataque foi realizado com drones.

Um porta-voz do Ministério da Defesa afegão, Fawad Aman, negou as alegações feitas pelo Taleban, chamando-as de uma “mentira” no Twitter:

“A alegação do terrorista Taleban sobre o ataque com foguete no aeroporto de Kunduz e os danos aos helicópteros da Força Aérea é uma mentira completa”, disse Aman. “Não acredite nas mentiras e propaganda venenosa dos terroristas.”

Apesar da negativa do porta-voz do Ministério da Defesa afegão, Fawad Aman, observadores internacionais e fontes militares anônimas confirmaram que aconteceu um grave ataque contra uma base militar afegã, mas que ainda não existiam confirmações da extensão dos danos ou de baixas entre os militares.

No dia 9 de julho, também surgiu a informação que alguns pilotos militares afegãos foram mortos por militantes do Talebã depois de serem reconhecidos com a ajuda de fotos publicadas em redes sociais locais. Os militares mortos seriam pilotos de helicópteros e também de aviões A-29 Super Tucanos. Apesar da informação ter sido confirmada pela agência Reuters, ainda não foi confirmada pelo MoD do Afeganistão.

As mesmas fontes confirmam que ataques dos Talebans estão se intensificando e contam com o apoio da população civil simpatizante do terrorismo islâmico.

O Taleban atualmente detém o terceiro de todos os distritos e centros distritais no Afeganistão. O grupo tem avançado sem parar em várias linhas de frente desde 1º de maio, quando os EUA anunciaram um plano para retirar suas tropas do país antes de 11 de setembro.

Esses ganhos não vieram sem um custo alto. Os ataques aéreos da AAF infligiram pesadas perdas humanas e materiais ao Talibã nas últimas semanas. Isso explica por que o grupo está tão ansioso para atingir a AAF.

blank

  • Com informações AFP, France Inter, Reuters e STF Analysis & Inteligence via redação Orbis Defense Europe.


blank

Be the first to comment on "Talebã alega destruição de dois helicópteros Black Hawk da Força Aérea do Afeganistão"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*